Ervas frescas – Dicas para usar

Ervas frescas

Sempre adorei ter uma horta de temperos em casa, mesmo que a casa fosse um apartamento pequeno com uma varanda de frente para uma avenida… É certo que muitas vezes as folhas de algumas ervas ficavam escuras com a poluição… Durante o inverno o frio queimava o que ainda resistia… Ou o nosso cachorro resolvia procurar algo dentro dos vasos!

Mas se tornou um hábito. Troquei floreiras por vasos, e vice-versa. Mudei de casa algumas vezes e uma das primeiras providências era descobrir onde colocar alguns vasos com mudas de tempero!

Atualmente tenho uma floreira no décimo andar, que é de uso comum. Mas ninguém reclamou sua parte… Então fui ocupando pouco a pouco os 2,5m expostos ao sol e aos ventos do Maranhão, e também ao monte de areia que não sei como chega tão alto! Consegui a façanha de encontrar lindas mudas, inclusive de tomilho e sálvia, sendo que o vendedor nem sabia direito o que era e para que serve! Por incrível que pareça, acho que nunca tive uma horta de temperos tão completa e tão bonita!

Ter ervas frescas para temperar sua comida pode fazer toda diferença no resultado final… O sabor e o aroma são outros! Por gostar tanto do assunto, resolvi fazer um pequeno guia para auxiliar na escolha e no uso das ervas como tempero. Abaixo vocês conferem algumas informações sobre as ervas que mais uso para cozinhar.

Ervas frescas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *