Antes que você ache que este é mais um blog de receitas ou alimentação saudável, já aviso que a proposta aqui é um pouco diferente. Afinal, pra você, o que é comida de verdade? Como ela é feita?

Minha ideia é repensar o ato de cozinhar analisando quais são as melhores escolhas de ingredientes, não por seu valor nutricional ou dietas que eles atendem. Trata-se de escolher os ingredientes refletindo sobre a forma como chegaram às suas mãos, e na quantidade de processamento que sofreram. Os itens que usamos diariamente na cozinha passaram a sofrer tantas transformações dentro da indústria alimentar, que chegam a não ser reconhecidos como “comida de verdade” quando analisamos seus rótulos!

As receitas do blog são, de modo geral, muito simples de fazer. Procuro usar ingredientes fáceis de encontrar, e de preferência, aqueles que normalmente temos na dispensa. O aproveitamento integral dos alimentos é uma das minhas metas, evitando qualquer tipo de desperdício.

Comecei a cozinhar cedo e sempre gostei! Acreditava inclusive até pouco tempo atrás que sabia “cozinhar muito bem”, apesar de nunca ter feito cursos na área… Depois de algumas mudanças bem radicais na minha vida durante os últimos anos, acabei tendo tempo para repensar o que significa cozinhar e todos os detalhes envolvidos. Posso dizer que agora estou aprendendo a cozinhar “de verdade”!

Trabalhei muitos anos com patchwork em São Paulo e em 2014, após uma oportunidade de testar outro modo de vida, me mudei para São Luís , no Maranhão. Mas não foi uma mudança com caixas e móveis… Deixei minha casa montada para trás! Foi uma mudança com “mala na mão” e vida nova em um apartamento semi mobiliado, com uma cozinha minúscula que inicialmente contava com um fogão e uma geladeira!

Monica Hering

Inevitável a dorzinha de desapegar de tantos acessórios, louças e panelas, sem falar na estante repleta de livros de receitas, todos colecionados ao longo da vida… Mas sempre existe o lado bom das mudanças. No meu caso, foi aprender a viver com muito menos do que sempre achei que precisasse, e descobrir que é possível fazer coisas incríveis assim. A simplicidade acaba sendo um caminho para criar mais e improvisar (muito!). E as reflexões acabam sendo muito mais abrangentes…

Tenho pesquisado alimentos regionais, visitado e feito compras em mercados locais e aprendido a consumir mais o que está perto. Agora analiso os rótulos dos ingredientes antes de levar qualquer um para casa. Por fim, ainda adapto muitas receitas, porque é comum não encontrar alguns ingredientes aqui na cidade.

O período “sabático” que estou vivendo acaba me fazendo rever conceitos, adquirir novas habilidades e buscar equilíbrio emocional a partir das novas escolhas. Postar essas experiências aqui é minha forma de dividir o que venho descobrindo, principalmente sobre o que entendo por “comida de verdade”.

Sejam bem vindos à minha cozinha!

Monica

Sabático