Comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil – Receitas

comidas-típicas-da-região-centro-oeste-do-brasil

As comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil apresentam uma peculiaridade muito curiosa: os ingredientes utilizados. Além de ser a única região do país que não mantém contato com o mar, apresenta como vegetação predominante o cerrado. Essa localização geográfica faz com que as comidas típicas do Centro Oeste apresentem uma identidade forte e particular. A região é formada por Mato Grosso, Mato grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

Características das comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil

Como descrito anteriormente, a localização geográfica da região influencia diretamente no sabor e características dos pratos locais. Isso se explica principalmente pelos ingredientes de origem animal. Um grande exemplo disso são os pescados. Como não mantém contato com o mar, os habitantes realizam suas receitas com os peixes de água doce encontrados na região. É sabido que há uma diferença notável de sabores entre um peixe de água doce e um de água salgada.

Por conta de suas características físicas e comportamentais, o peixe de água doce apresenta uma carne um pouco mais gordurosa, apresentando um sabor que faz muitas pessoas descreverem como “terrosa”.

Ingredientes populares na culinária local

Outro ingrediente bem popular nas comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil é o pequi, por se tratar de um fruto originário do cerrado brasileiro. Também podemos encontrar muitas receitas cujo ingrediente principal é carne de capivara, animal mamífero bastante numeroso na região. São esses ingredientes diferenciados, não utilizados em outras regiões, que fazem com que a culinária do Centro Oeste seja tão apreciada e desperte tanta curiosidade dos turistas.

Origem das receitas

Pode-se dizer sem erro que as comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil estão entre as mais genuinamente brasileiras. Isso porque grande parte de seus ingredientes são nativos, assim como muitas das receitas são de origem indígena.

Receitas de comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil

 Agora que você já aprendeu um pouco sobre as características, origens e curiosidades das comidas típicas do Centro Oeste, apresentaremos 5 receitas tradicionais e fáceis de preparar.

Arroz com pequi

como-fazer-arroz-com-pequi-receita

Provavelmente um dos pratos mais famosos e apreciados pela população local, o arroz com pequi é um grande clássico da culinária nacional.

Ingredientes utilizados na receita:

  • 100 gramas de pequi;
  • Alho (2 dentes);
  • 1 cebola;
  • Arroz (100 gramas);
  • Sal;
  • Pimenta malagueta;
  • Cheiro verde.

Como fazer:

Antes de mais nada, pique a cebola e amasse os dentes de alho, para em seguida refogá-los em fogo baixo, utilizando óleo, azeite ou banha de porco. Em seguida, adicione o pequi picado e descascado. Quando o pequi já estiver macio, junte o arroz e deixe os ingredientes fritarem um pouco juntos, mexendo para que se misturem.

Quando a cebola já estiver com uma coloração dourada, adicione 250 ml de água, colocando o sal a gosto. Quando o arroz já estiver pronto, adicione a pimenta malagueta a gosto, assim como o cheiro verde.

Caldo de piranha

Sim, caldo de piranha! Com certeza uma das mais exóticas comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil. Esse temido peixe de água doce é caracterizado justamente por sua carne suculenta. Aprenderemos a seguir essa tradicional e deliciosa receita.

Ingredientes:

  • 1 quilo de filé de piranha;
  • 2 cebolas grandes;
  • Cheiro verde e coentro;
  • Alho (4 dentes);
  • 60 gramas de creme de cebola;
  • Azeite de oliva;
  • 1 tablete de tempero p/ peixe.

Como fazer:

Antes de mais nada, deixe as piranhas temperadas com o tablete de tempero para peixes, para que vão absorvendo. Em seguida, amasse os 4 dentes de alho e coloque as cebolas em um processador, deixando-as bem picadinhas.

Refogue o alho e a cebola com azeite e, assim que a cebola apresentar uma coloração dourada, coloque as piranhas junto, deixando-a refogar. Assim que estiverem levemente seladas, adicione 1 litro de água e o cheiro verde, deixando na panela de pressão por cerca de meia hora.

A próxima etapa é passar tudo para uma panela comum. Essa é a hora ideal para retirar algum espinho do peixe. Em seguida, adicione o creme de cebola e deixe ferver em fogo baixo. Quando o caldo já estiver devidamente reduzido e com uma consistência cremosa, é só servir e saborear.

Mojica de pintado – comida típica da região Centro Oeste do Brasil

A mojica de pintado é sem dúvidas uma das mais consumidas comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil, devido a facilidade no preparo e na busca pelos ingredientes, encontrados em qualquer feira de bairro.

como-fazer-mojica-de-pintado-receita

Podemos dizer que a mojica de pintado é o correspondente local da moqueca de peixe nordestina. Um detalhe muito interessante aqui se dá, novamente, pela localização geográfica: enquanto a moqueca nordestina utiliza o cação (peixe de água salgada), a mojica utiliza o pintado, peixe de água doce. Vamos iniciar a receita.

Ingredientes:

  • 1 quilo de pintado;
  • Meio quilo de mandioca;
  • 2 tomates;
  • ½ limão;
  • Cebola;
  • Alho;
  • Azeite de oliva;
  • Cheiro verde;
  • 1 pimenta malagueta;
  • 1 pimentão verde;
  • 200 ml de molho de tomate;
  • 200 ml de leite de coco.

Como fazer:

A primeira etapa da receita é cortar o pintado em cubos, temperar com o limão e parte do alho e cebola, deixando em descanso por cerca de 24 horas, para que o peixe pegue bem o gosto dos temperos.

Corte a mandioca em tiras ou cubos pequenos e cozinhe, deixando-a a ao dente (ao final do processo, reserve a água utilizada). O próximo passo é grelhar o pintado no azeite de oliva e, quando já estiver quase selado, adicionar a cebola e o alho.

Quando a cebola apresentar uma coloração dourada, junte o molho de tomate, pimenta, cheiro verde, a mandioca e a água utilizada no cozimento da mesma. Deixe cozinhando em fogo baixo até que o molho se reduza. Para finalizar, adiciono o leite de coco, misture bem e sirva!

Arroz Maria Isabel

arroz-maria-isabel-comidas-tipicas-da-região-centro-oeste-do-brasil

O arroz Maria Isabel é um clássico das comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil. Podemos fazer uma analogia com o famoso baião de dois, tão apreciado na região Nordeste, ou mesmo o arroz carreteiro.Trata-se de uma receita fácil e rápida de se fazer. Entretanto, por levar ingredientes de origem animal e vegetal, torna-se uma refeição completa e robusta, muito apreciada pela população local e pelos turistas. Vamos aprender a receita:

Ingredientes do arroz Maria Isabel:

  • 1 quilo de arroz branco;
  • 1 quilo de carne de sol;
  • Alho (um dente) e cebola (duas);
  • Pimenta de cheiro a gosto;
  • Cheiro verde;
  • 4 folhas de louro.

Como fazer:

Antes de mais nada, corte a carne de sol em pequenos cubinhos. Em seguida, refogue-os ao azeite e, quando já estiverem selados, adicione duas cebolas e o dente de alho picados. O próximo passo é adicionar o arroz junto aos outros ingredientes, misturando-os e deixando que refoguem. Quando a cebola apresentar uma coloração dourada, adicione a água e um fio de óleo, não esquecendo de conferir se o sal está a seu gosto. Assim que o arroz estiver cozido, é só servir!

Capivara na caçarola – Comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil

Sim, a carne de capivara é muito apreciada pelos habitantes e procurada pelos turistas que estão a fim de conhecer as comidas típicas da região Cetro Oeste do Brasil. Presente em grande número no cerrado local, a carne de capivara é um dos mais tradicionais pratos da região. Aprenderemos a seguir um prato que, em particular, desperta o interesse de muita gente: a capivara na caçarola.

Ingredientes:

  • 2 quilos de lombo de capivara (ou quartos traseiros);
  • 200 ml de vinagre de maçã;
  • 3 cebolas grandes;
  • 3 dentes de alho;
  • 5 tomates médios;
  • 250 gramas de bacon;
  • 2 folhas de louro;
  • 1 colher de cominho;
  • Pimenta do reino a gosto.

Como fazer:

Inicie a receita cortando a carne em pedações rústicos e, em seguida, faça cortes com uma faca bem afiada nos mesmos até mais ou menos o centro da peça. Nessas fendas, adicione fatias de bacon. Faça uma pasta com a cebola e alho processados, junto ao sal e cominho e besunte as peças de carne, deixando-a reservada por pelo menos 6 horas para que pegue bem o sabor dos temperos.

Enquanto isso, prepare a “vinha dália”, marinada de origem portuguesa. Para isso, misture o vinagre com alho e sal a gosto. O próximo passo da receita é grelhar a carne com óleo em uma caçarola grande. Vá virando a carne e vá regando-a com a vinha dalha. Assim que a carne estiver bem selada, adicione meio litro de água e cozinhe em fogo baixo, até reduzir o molho. Assim que o molho estiver pronto, é só servir e comer!

 

Gostou de conhecer algumas das comidas típicas da região Centro Oeste do Brasil? Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*